Os Amantes de Poesia como Eu

Translate

quinta-feira, 10 de julho de 2014

A carne ferve.

Capa do meu primeiro livro lançado em janeiro de 2010: meu rosto sobre o mar de Pasargada
Este Poema divide minha escrita em antes e depois dele..

A carne ferve
O peito arfa
A mente viaja
E a boca seca
O desejo permanece
A vontade não cessa
E o gemido foge
O sentido adormece
A respiração descompassa
O corpo se encaixa
Os olhos fecham
E tudo explode
Acalma retorna
O corpo se abandona
Os olhos fecham
O sono chega
A calma vem
CatiahoAlc./ReflexodAlma
Poema do meu primeiro livro Reflexo dAlma
lançado em janeiro de 2010